O alarme do relógio perdido no escritório de casa soa duas vezes por dia. Quando ouve o som, o repórter tem o impulso de procurá-lo, mas logo o bip cessa e ele deixa o relógio para lá, assim como deixa pra lá todos os dias o porteiro da emissora em que trabalha. Certa noite recebe um telefonema: o velho Pedro morreu com um livro seu no colo . O laçador de cães recolhe os cachorros para o canil. Uma ação violenta e rápida, assim se controla a população de cachorros em uma metrópole como Curitiba. Por algum motivo, o laçador leva o velho pastor para casa. O radialista reescreve as cartas que recebe dos ouvintes para lê-las na rádio. Eles vivem, mas não sabem escrever, pensa ele, na dúvida se narra sentimentos que jamais viverá.

Os personagens que dão vida às quinze histórias de O laçador de cães estão a todo o momento em confronto com o outro. O laçador com os cachorros, o repórter com o entrevistado, o carcereiro com a presa, o radialista com os ouvintes. Com rigor e generosidade, o autor media e envolve o leitor nesse embate.

Em sua estreia em ficção, Luiz Andrioli, selecionado na Primeira temporada de originais da Grua em 2011, manufatura antagonismos que se percebe não serem com o outro. São consigo mesmo. O outro é apenas a forma dos personagens irem se modificando, ainda que por vezes o saldo vivido sirva apenas para pagar a prestação do apartamento. A voz do relógio perdido no escritório, que toca sempre às 10h15, está lá para lembrar. Um incômodo. Ainda que para lembrar do que se esquece todos os dias.

Leia críticas publicadas no Jornal Rascunho, no Estado de Minas Gerais e na Folha de São Paulo

Leia também

O Casamento da Filha do Palhaco: uma ópera-rock

O Casamento da Filha do Palhaco: uma ópera-rock

Melhor espetáculo do ano de 2019 foi escrito por Luiz Andrioli com base no livro O Circo e a Cidade   Inspirado em um dos capítulos do livro “O Circo e a Cidade – Histórias do Grupo Circense Queirolo em Curitiba” de Luiz Andrioli, a peça teatral em formato ópera...

Crônicas do Varal da Casa ao Lado

Crônicas do Varal da Casa ao Lado

Um jornalista observa o cotidiano da vizinha do seu local de trabalho por cima de um muro baixo. A vida da moradora é exposta através das roupas colocadas para secar ao sol. Uma relação que amadurece sob as torres de transmissão do bairro que abriga as emissoras de TV...

A Menina do Circo

A Menina do Circo

Beto descobre a paixão junto com a chegada de uma companhia circense no campinho do seu bairro. A menina do circo encanta o nosso personagem e mostra um novo mundo para o garoto. Enquanto Beto se aproxima da bela artista, sua família passa por dificuldades. Seu pai...

O Circo e a Cidade

O Circo e a Cidade

A década de 1940, período em que Curitiba vivia sob a sombra da Segunda Guerra Mundial, marca a chegada em definitivo dos Irmãos Queirolo à capital paranaense. Eles vieram para inaugurar o principal espaço cultural daquele período: o Pavilhão Carlos Gomes. Julian e...

O Silêncio do Vampiro

O Silêncio do Vampiro

Como um autor que não fala com a imprensa é cada vez mais citado nas páginas dos jornais? Quem é este Dalton que fala através do seu silêncio? Estas foram as principais perguntas que guiaram o escritor e jornalista Luiz Andrioli nos últimos anos. Durante o mestrado em...